Sonopulse III Ibramed - Aparelho de Ultrassom 1 E 3MHz (2X1) MO9048 | MED SAM
Sonopulse III Ibramed - Aparelho de Ultrassom 1 E 3MHz (2X1) MO9048

Sonopulse III Ibramed - Aparelho de Ultrassom 1 E 3MHz (2X1)

Ref.: MO9048 Compra Segura

O Sonopulse III é um excelente aparelho de ultrassom com potências de 1 e 3MHz, capaz de tratar tanto na reabilitação quanto na estética, com 46 protocolos pré-programados e 20 particulares

R$ 1.189,00 Em até 10x de R$ 118,90 s/ juros

R$ 1.129,55 à vista no boleto

Escolha uma opção

Produto indisponível

APRESENTAÇÃO

» O Sonopulse III foi desenvolvido pela Ibramed com a função de gerar ondas sonoras, que nada mais são do que vibrações mecânicas a serem transformadas em energia atuante no tecido de forma contínua ou pulsada. Quando utilizado em seu modo contínuo a energia produzida pelo transdutor pode gerar um leve calor, o que em casos de patologias agudas, pode ser desconfortável, mesmo este tipo de tratamento sendo muito eficaz nestes casos. Na terapia por ultrassom pulsado são gerados pulsos de onda com intervalos rápidos que são suficientes para o resfriamento da circulação sanguínea da área tratada, onde os resultados são causados pelos efeitos não térmicos do equipamento. 


» Apresenta novo design com display gráfico e moderno que facilita a identificação de protocolos e programações, além de uma ligeira inclinação, possibilitando que o profissional ajuste o mesmo com toda a facilidade, estando ele em pé ou sentado.


» Este equipamento ainda pode trabalhar com a terapia combinada, ou seja, com a aplicação simultânea de dois estímulos, que neste caso, seria a junção do ultrassom com uma estimulação elétrica de baixa ou média freqüência, combinando efeitos analgésicos das corrente com os efeitos térmicos e mecânicos do ultrassom. Vale lembrar que essa terapia só pode ser feita com equipamentos da mesma marca.



SAIBA MAIS...

» Dentro do transdutor de ultrassom do SONOPULSE III, existe um sensor de temperatura que estará verificando e mantendo constante a temperatura de trabalho do cristal piezo elétrico e consequentemente a da face de alumínio do transdutor, evitando ao paciente aquela sensação desagradável de calor excessivo. 


» Este sensor está programado para que a temperatura no alumínio nunca ultrapasse a 41 graus centígrados. Durante o tratamento, principalmente quando o gel de acoplamento utilizado não é de boa qualidade, a temperatura poderá se elevar acima dos 41 graus. 


» Quando isto acontecer, o equipamento "congela" o tempo programado no timer, desligando a emissão do ultrassom. O profissional deverá continuar "passando" o transdutor como se nada estivesse acontecido, pois decorrido alguns segundos a temperatura voltará ao normal. 

» O equipamento automaticamente "descongela" o tempo retomando a programação original. O equipamento deve ser usado somente sob prescrição e supervisão de um profissional licenciado.



EFEITOS TERAPÊUTICOS DO ULTRASSOM

» Reações Químicas: Vibrações que estimulam o tecido a aumentar as reações e processos químicos locais. 

» Repostas Biológicas: Promove o aumento da permeabilidade da membrana, o que acentua a transferência dos fluidos e nutrientes aos tecidos e as células. Essa propriedade é importante para que aconteça a Fonoforese. 

» Efeitos Mecânicos: São os efeitos de micro massagens que aumentam o metabolismo celular, fluxo sanguíneo e o suprimento de oxigênio. 

» Cavitação: Formação de bolhas que aumentam e diminuem de tamanho (cavitação estável) ou podem implodir a célula adiposa (cavitação instável). 

» Efeitos Térmicos: Juntamente com a micro massagem ocorre um aumento de temperatura local resultante da conversão de cinética em calor pelos tecidos. Este efeito produz um aumento da extensibilidade do colágeno, sendo recomendado para a terapêutica de patologias causadas pela contração de tendões, ligamentos e juntas capsulares, limitando determinados movimentos.



MODALIDADES

• Frequência de 1 MHz

» Indicada para recuperacão de estiramento muscular, artrose, neurite, bursite, osteites, claudicação intermitente, periartrite, doença de Raynaud, radiculites, Herpes Zoster, Lumbagos, reumatismos diversos, mialgias, miosites, mielites, sindrome do escaleno, nevralgias, tenossinovites, edemas, traumatismos, torcicolos, aderências, etc.


• Frequência de 3 MHz

» Indicada para produzir lipólise (quebra de gorduras), aplicação direta em pós-operatórios de cirurgias plásticas e fonoforese, ou seja, a introdução de radicais/substâncias químicas nos tecidos através do ultrassom.



TRANSDUTOR

• Transdutor ergonômico com dupla função

» Permite a escolha da área efetiva de radiação (ERA) de 7 cm², operando nas frequências de 1 MHz ou 3 MHz, ou (ERA) de 3 cm² com frequência de 1 MHz. Potência máxima de 21 W para ERA de 7 cm² e de 3 Watts para ERA de 3 cm².


• O modo de emissão do ultrassom pode ser ajustado em contínuo ou pulsado, sendo o modo pulsado com frequência de repetição do pulso de 100 Hz, 48 Hz ou 16 Hz e com razão de pulso de 1/2 (50%) e 1/5 (20%). Possui ainda uma tecla denominada PROG que permite a escolha de programas pré-programados de tratamento. Este equipamento é comumente indicado para alívio da dor, redução dos espasmos musculares, aumento do fluxo sanguíneo local, aumento da amplitude de movimento de articulações contraturadas usando calor associado a técnicas de alongamento.



PARÂMETROS

• Frequência de Repetição do Pulso de 100 Hz 

Duty Factor - 50 tempo de duração 0N de 5,0 ms e tempo de pausa 0FF do pulso de 5,0 ms (1/2).

Duty Factor - 20 tempo de duração 0N de 2,0 ms e tempo de pausa 0FF do pulso de 8,0 ms (1/5).


• Frequência de Repetição do Pulso de 48 Hz 

Duty Factor - 50 tempo de duração 0N de 5,0 ms e tempo de pausa 0FF do pulso de 5,0 ms (1/2). 

Duty Factor - 20 tempo de duração 0N de 2,0 ms e tempo de pausa 0FF do pulso de 8,0 ms (1/5). 


• Frequência de Repetição do Pulso de 16 Hz 

Duty Factor - 50 tempo de duração 0N de 5,0 ms e tempo de pausa 0FF do pulso de 5,0 ms (1/2). 

Duty Factor - 20 tempo de duração 0N de 2,0 ms e tempo de pausa 0FF do pulso de 8,0 ms (1/5).


• Potência Efetiva de Ultrassom 

Modo contínuo - 0,3 a 21,0 W.

Modo pulsado 100Hz, 48Hz e 16Hz (50) - 0,3 a 21,0 W.

Modo pulsado 100Hz, 48Hz e 16Hz (20) - 0,3 a 21,0 W.



AÇÕES E BENEFÍCIOS

» Possui ERA de 7cm², abrangendo uma área maior de aplicação

» Conta com 21W de potência

» Tratamento não invasivo, sendo desnecessário tempo de recuperação para retornar as atividades normais

» Tecnologia de operação microcontrolada

» Tela em LCD

» Sensor térmico que aponta a temperatura do equipamento e desligamento automático

» Painel frontal com leve inclinação, para que o terapeuta tenha melhor visualização

» Possui 46 protocolos pré-programados e 20 particulares



INDICAÇÕES

• Tratamentos para Estética e Dermatologia (3 Mhz)

- Gordura Localizada

- Celulite

- Pós-Lipoaspiração

- Pós-Abdominoplastia

- Fibroses


• Tratamentos para Fisioterapia (1 Mhz)

- Tendinite

- Bursite

- Miosite

- Capsulite

- Lesão Muscular

- Fraturas

- Cirurgias Ortopédicas



DIFERENCIAIS E BENEFÍCIOS

» Tecnologia de operação microcontrolada: possibilita programação via teclado, gera informações digitalizadas e oferece confiabilidade nos dados;

» Visor em cristal líquido: facilita a visualização, consome menos energia, gera maior conforto para os olhos e confere design moderno ao equipamento;

» Frequência de 1 e 3 MHz: proporciona efetividade terapêutica em tecidos superficiais e profundos. Pode ser utilizado em tratamentos tanto na área da reabilitação como na estética;

» Modo de emissão onda contínua ou pulsada: possibilita o tratamento de doenças em fases tanto agudas quanto crônicas;

» Timer de até 30 minutos: permite praticidade nas terapias, pois, desta forma o profissional não necessita marcar o tempo total de terapia. Ao final da terapia, o equipamento desliga-se automaticamente;

» Saída para terapia combinada: possibilita associar correntes de média e baixa frequência ao ultrassom, com o objetivo de diminuir o tempo de terapia, além de intensificar os resultados esperados de acordo com as necessidades do terapeuta e objetivos de tratamento;

» Protocolos pré-programados: auxilia o profissional nas terapias, confere comodidade durante a rotina clínica diária;

» Sensor térmico de desligamento automático ao ultrapassar 41°C: previne danos ao cristal piezoelétrico contido no cabeçote e evita lesar o paciente;

» Cabeçote com ERA de 7 cm², leve e de formato ergonômico: confere conforto ao profissional durante os atendimentos;

» Fácil de manusear: acompanha manual de instruções ilustrativo e didático, facilitando o entendimento do manuseio da navegação do equipamento;

» Proporciona efeito terapêutico de forma não invasiva, não causa dependência e não gera efeitos colaterais: não interfere na rotina diária dos pacientes;



CUIDADOS ESPECIAIS

» O uso de outros acessórios diferentes daqueles indicados como compatíveis com o aparelho, pode resultar em aumento das emissões ou diminuição da imunidade do equipamento 

» É necessário o uso de gel para a aplicação do ultrassom

» A higienização do cabeçote deve ser feita com água e sabão neutro

» A aplicação deve ser feita em movimentos circulatórios

» Não retirar o cabeçote do contato com a pele enquanto estiver ligado, pois pode danificar o equipamento



CONTRAINDICAÇÕES

» Gestante 

» Globo ocular

» Áreas de Tromboflebite

» Área cardíaca

» Região da cabeça

» Órgãos reprodutores

» Infecções agudas 

» Áreas tratadas por radioterapia

» Tumores

» Pacientes com dispositivo eletrônico implantado no corpo (ex. marca-passo cardíaco)



ASSOCIAÇÃO COM OUTROS EQUIPAMENTOS

» Utilize a terapia combinada do Sonopulse III e Neurodyn II para potencialização de seus resultados. 

» A corrente TENS associada à freqüência de 1MHz do ultrassom, proporcionará maior analgesia, já se associarmos a corrente RUSSA ao ultrassom na freqüência de 3MHz, a redução de medidas e modelagem corporal será visualizada com mais agilidade.



DÚVIDAS FREQUENTES

1. É necessário calibrar o ultrassom frequentemente?

Resposta: Sim, recomenda-se uma aferição a cada 6 meses ou toda vez que o cabeçote cair no chão, apresentar trincas, ou algum tipo de ruído. Só assim poderá ser realizada uma terapia eficaz com doses realmente confiáveis.


2. Como é realizado o teste para saber se o transdutor do Sonopulse II Terapia Combinada está emitindo ultrassom? 

Resposta: Coloque algumas gotas de água na face de alumínio do transdutor, aumente a intensidade e verifique o efeito de nebulização da água. A nebulização é a indicação de que seu equipamento está emitindo ultrassom e ela se apresenta de maneiras diferentes de aparelho para aparelho. O meio de condução do ultrassom emitido neste momento (gotas de água + ar) é muito precário. Isto ocasionará uma rápida elevação da temperatura do alumínio para mais de 40 graus centígrados. Portanto, não exagere no teste para não danificar o cristal piezoelétrico dentro do transdutor.


3. Por que os movimentos do ultrassom devem ser lentos e contínuos?

Resposta: Devido a não uniformidade do feixe de ultrassom, o cabeçote não deve ficar parado sobre um mesmo local. Também não deve ser movimentado muito rápido, pois não haveria tempo do tecido entrar em ressonância. O melhor procedimento é o movimento circular-deslocado, numa velocidade de 1 a 2 cm/segundo.


4. Qual a diferença clínica entre o Sonopulse de 1.0 e 3.0 MHz?

Resposta: O Ultrassom de 1.0 MHz é usado em estruturas mais profundas (músculos, tendões, bursas), pois ele é pouco absorvido em estruturas superficiais e em tecido adiposo. Ao contrário, o de 3.0 MHz deverá ser usado em estruturas superficiais, pois a energia é absorvida nos tecidos que estiverem entre 1 e 2 cm abaixo da superfície da pele.


5. Por que não é indicado usar o ultrassom mais que 20 minutos?

Resposta: Pelos efeitos secundários que ele pode produzir, tais como: redução do nível de glicose no sangue, fadiga, irritação, anorexia, stress e até tendências a resfriados (acredita-se que estes efeitos podem ocorrer em doses excessivas).


6. Qual seria o melhor gel para uso no ultrassom?

Resposta: O gel ideal para trabalho com qualquer tipo de Ultrassom deve ser desprovido de bolhas, com aspecto límpido, transparente, inodoro e sem a presença de aditivos (álcool, essências, etc). A quantidade ideal de gel é aquela que permite que o cabeçote deslize livremente, sem aderir a pele do paciente.


7. Posso reutilizar o gel de uma área para a outra?

Resposta: Não é aconselhável, pois geralmente após o seu uso em uma região há a formação de microbolhas, seu aspecto se torna turvo, o que indicará uma má condução.


8. O que pode influenciar o aumento da temperatura do equipamento, quando utilizado a terapia com ultrassom?

Resposta: Gel que já perdeu a condutividade tornando-se desta forma leitoso, opaco, quantidade insuficiente do mesmo, movimentos muito rápidos ou girar muitas vezes no mesmo lugar, e principalmente a falta de acoplamento do cabeçote.


9. O que é a terapia combinada?

Resposta: É a aplicação simultânea de dois estímulos, ou seja, neste caso, do ultra ssom com a estimulação elétrica de baixa ou média frequência. Ela combina os efeitos analgésicos das correntes de baixa e média frequência com os efeitos térmicos e mecânicos do ultrassom.


10. Com quais correntes a terapia combinada pode ser realizada?

Resposta: A terapia combinada pode ser realizada com US + corrente Russa, US + corrente Interferencial, US + corrente Polarizada e US + Alta Voltagem, sendo que o equipamento permite realizar também a terapia isolada.


11. Como realizo a limpeza do equipamento e acessórios? 

Resposta: Para limpar o gabinete e partes deste, use somente pano macio, seco e limpo. Não use substâncias voláteis (benzina, álcool, thinner e solventes em geral) para limpar o gabinete, pois elas podem danificar o acabamento. Depois de usar o transdutor de ultrassom, limpe-o com água corrente. Se necessário, para a desinfecção deste, utilize apenas algodão umedecido com digluconato de clorexidina 0,2% (solução aquosa).


12. Os acessórios acompanham o equipamento ou é necessário comprá-los separadamente? 

Resposta: Sim, o equipamento acompanha todos os acessórios necessários para a utilização do ultrassom, correntes elétricas e terapia combinada.


13. Com o equipamento Sonopulse II Terapia Combinada, é possível utilizar eletrodos auto-adesivos? 

Resposta: Sim, sugerimos seguir instruções do fabricante dos eletrodos escolhidos pelo usuário.


14. O que é cavitação?

Resposta: Irradiar ultrassom em líquidos, leva à formação de bolhas muito pequenas e, esse fenômeno, é chamado de cavitação. Sob a ação do campo ultrassônico, essas bolhas aumentam e diminuem de tamanho (cavitação estável), ou podem colapsar (cavitação instável). A cavitação é um fenômeno comum produzido por ultrassons terapêuticos.



DADOS TÉCNICOS

» Marca: Ibramed

» Modelo: Sonopulse - S34

» Material: Metal e Polipropileno

» Bivolt Automático

» Dimensões: 26,5x27,5x11,5cm (LxPxA) 

» Diâmetro da ERA: 3,5cm

» Peso: 1,1 Kg

» Garantia: 18 meses

» Registro Anvisa: 10360310015



DIMENSÕES E PESOS APROXIMADOS

• Produto:

Dimensões: 28.0 cm x 26.0 cm x 9.0 cm (C x L x A)

Peso: 1.3 kg

• Embalagem:

Dimensões: 32.0 cm x 33.5 cm x 19.5 cm (C x L x A)

Peso: 2.6 kg



ITENS INCLUSOS

» 01 Manual de instruções

» 01 Kit cabeçote de silicone com NTC 

» 01 Fusível de proteção sobressalente 

» 01 Bolsa linha Safira 

» 01 Bisnaga de gel 100g 

» 01 Cabo de força destacável



CONSERVAÇÃO

» Evite locais sujeitos a vibrações;

» Instale o aparelho sobre uma superfície firme e horizontal, em local com perfeita ventilação;

» Em caso de armário embutido, certifique-se de que não haja impedimento à livre circulação de ar na parte traseira e inferior do  aparelho;

» Não apoie sobre tapetes, almofadas ou outras superfícies fofas que  obstruam a ventilação;

» Evite locais úmidos, quentes e com poeira;

» Este equipamento não é protegido contra penetração nociva de água;

» Posicione o cabo de rede de modo que fique livre, fora de locais onde possa ser pisoteado, e não coloque qualquer móvel sobre ele;

» Não introduza objetos nos orifícios do aparelho e não apoie recipientes com líquido;

» Não use substâncias voláteis (benzina, álcool, tíner e solventes em geral) para limpar o gabinete, pois elas podem danificar o acabamento. Use apenas um pano macio, seco e limpo;

» Sempre limpe o transdutor depois de usar;

» O transdutor do aparelho de ultrassom é a prova d' água;



IMPORTANTE

» O uso deste equipamento não interfere na rotina diária dos pacientes

» Usar somente sob indicação e orientação de um profissional especializado

Aproveite Também

R$ 1.988,00

10x de R$ 198,80 S/ JUROS

R$ 1.888,60 à vista no boleto

R$ 10.890,00

12x de R$ 907,50 S/ JUROS

R$ 10.345,50 à vista no boleto

R$ 2.090,00

12x de R$ 174,17 S/ JUROS

R$ 1.985,50 à vista no boleto

R$ 6.980,00

10x de R$ 698,00 S/ JUROS

R$ 6.631,00 à vista no boleto